Primeiro período de Pedagogia identifica lugares de memória em Clevelândia

No dia 17 de abril de 2019 os acadêmicos do primeiro período do Curso de Pedagogia da FAMA realizaram uma aula de campo como requisito para a disciplina de História, Cultura e Patrimônios Regionais, ministrada pela professora Maralice Maschio.

Nas semanas anteriores o grupo trabalhou em sala de aula com os conceitos de História, Cultura, Tradição, Memória, Identidade, Documento/Monumento, Bens materiais e imateriais e, por fim, lugares de memória. Os alunos foram divididos em quatro grupos, percorrendo durante duas aulas as quatro principais ruas do centro de Clevelândia, identificando lugares de memória, assim chamados porque possuem uma história, e produzindo registros históricos dos mesmos.

Segundo a professora Maralice, o objetivo era aguçar o olhar dos alunos para observarem locais que coletivamente costumamos frequentar sem nos atentarmos para as histórias e marcas locais. Ao visitar esses mesmos lugares com objetivos definidos, o grupo percebeu transformações, história e, consequentemente, “o tempo”, constituído por processos históricos.

Na aula seguinte, os alunos se reuniram em sala de aula, nos mesmos grupos da aula anterior, discutindo sobre a experiência vivida, catalogando o material produzido e selecionando as fontes que por motivos diversos julgaram as mais próximas do conteúdo proposto, as mais simbólicas, as que representam lugares que carecem de preservação, dentre outros sentidos e significados. Partir do presente, de nossas experiências individuais e coletivas, do local para o global, pode aguçar noções como alteridade, identidade, representação e pertencimento, possibilitando novas experiências que unem teoria e prática, colocando os alunos como seres reflexivos, no centro do processo de ensino-aprendizagem e protagonistas/sujeitos de sua própria história, enfatizou a professora.